Featured Story #9 | Estúdio Bingo

Com quase de 70 milhões de usuários ativos por mês no Brasil, o Instagram é a mídia social com maior crescimento em investimento publicitário no país. Pense bem: já teve alguma vez nos últimos meses que você navegou nos seus Stories ou timeline e não foi impactado(a) por um anúncio?

Bem, se sua resposta for SIM, é porque muito provavelmente você passou por um anúncio tão bem produzido que sequer notou que aquilo não era um post “normal”. E, se o tal post foi produzido pelo Estúdio Bingo, você possivelmente até deu um like sem pensar duas vezes.

O estúdio foi fundado por Eliza Guerra, que logo notou a importância do Instagram como plataforma de mídia e resolveu deixar pra trás a carreira de planejamento em agências para empreender.

Na Featured Story deste mês, conversamos com a Eliza sobre conteúdo, design, vida em numa ponte aérea e empreendedorismo.

Com vocês então, Eliza Guerra, do Estúdio Bingo.

P: Eliza, conte um pouco da sua história. De onde surgiu a ideia de montar o Estúdio Bingo?

R: Pouca gente sabe, mas eu sou formada em moda e acabei caindo ná área de publicidade bem por acaso. Em 2012 comecei a trabalhar em uma das agências mais legais na área digital em BH. Depois de 1 ano trabalhando notei que algumas marcas começaram o movimento muito massa de produzir conteúdos proprietários para as suas redes sociais (que na época era apenas o FB mesmo..) E daí eu tive um insight: abrir uma área de produção de conteúdo dentro da agência. Nessa época já estava cansada de trabalhar apenas com planejamento e queria voltar pra área criativa. O que acabou casando perfeitamente! Essa área era extremamente nova na agência e por isso eu fazia de tudo um pouco, eu a produção executiva, direção de arte, direção de cena, planejamento de conteúdo… e ainda nem imaginava que viraria fotógrafa! Depois de 3 anos trabalhando com isso entendi que era o que eu realmente gostava de fazer. Foi aí que enxerguei uma demanda do mercado para produtoras de conteúdo e decidi que era a hora de montar meu próprio estúdio, focado especialmente nisso. Foi assim que nasceu a Bingo.

P: Deu um frio na barriga na hora de empreender?

R: Sim! Acho que sair da sua área de conforto pra criar algo novo sempre dá um frio na barriga, mas acho que eu acreditava tanto que esse era o caminho certo…que acabou dando certo mesmo rsrs. (O que não quer dizer que não passei por muitos perrengues e aprendizados no caminho!)

P: Se arrepende de algo? Ou, se estivesse abrindo uma empresa agora, sabendo o que você sabe, o que faria diferente?

R: Não tenho arrependimentos porque acho que os erros e as dificuldades sempre me ensinaram muito. Dica de ouro: foco no aprendizado! A área de produção é muito dinâmica e muito intuitiva e tem coisas que só se aprende fazendo. Mas acho que se fosse começar do zero com o conhecimento de agora, não subestimaria a importância de ter uma equipe forte do meu lado. Ter com você profissionais competentes que acreditam de verdade na empresa, que comemoram as vitórias e que trabalham com você e não só pra você, acho que é uma das coisas mais valiosas (e gratificantes) que aprendi com a Bingo. Ah! Outra coisa é não se “apegar” nos erros/imprevistos, eles vão acontecer, não perca mais tempo com eles. Supera e vai!

P: O trabalho do Estúdio Bingo é muito autoral, né? Digo, existe uma assinatura estética e uma consistência na linguagem, independente da marca pra qual vocês estão produzindo, concorda?

R: Sim, com certeza! Ficamos muito felizes quando um cliente nos procura com uma foto ou vídeo nosso de referência, ou quando alguém fala “isso é tão a cara da Bingo”. Sinal que estamos nos destacando e conseguindo manter nossa originalidade, nossa estética própria nos trabalhos que fazemos.

P: Quais são suas influências e como você chegou nesta assinatura estética?

R: Me considero uma pessoa muito lúdica e eu sempre trouxe isso pro conteúdos que fazemos de uma maneira que as marcas pudessem se expressar de forma natural mas ao mesmo tempo incrível. Gostamos de coisas esteticamente bonitas e acho que nossa assinatura foi se formando assim muito naturalmente.

P: Na bio do Instagram do Estúdio Bingo há uma assinatura que diz “Joyful brands on Instagram”. Você entende que qualquer marca pode ser “joyful” ou chega a negar job se a marca do cliente não tiver nenhum caráter “joyful”?

R: Essa pergunta é bem engraçada. Um dos desafios mais legais pra gente é quando uma marca mais “formal” nos procura e tentamos pensar como transformar o conteúdo dela em uma coisa mais joyful, que dialogue de uma forma mais leve com o seu público.

P: Complementando a pergunta anterior, o Instagram é naturalmente a plataforma de mídia mais imagética e, portanto, mais adequada para o conteúdo do Bingo. O Instagram ainda vai reinar por muito tempo ou você já enxerga outras plataformas interessantes nessa intersecção de conteúdo e mídia?

R: No mundo de hoje fica muito difícil afirmar qualquer coisa, tudo acontece muito rápido! Mas existe uma rede social que acho que tem chamado muito a atenção que é o Tiktok.

P: O Estúdio tem operação em BH e na capital paulistana. Como você divide seu tempo entre as duas cidades?

R: Em 2018 eu vivi muito na ponte aérea entre BH e SP e em 2019 resolvemos abrir a Bingo aqui também, pra absorver essa demanda. Mas a minha sócia, Mariel Dodd, toca a unidade de BH e hoje acabo indo para lá mais para trabalhos pontuais ou reunião de equipe.

P: última pergunta. Qual comida é melhor? A mineira ou a paulista? 😉

R: Mineira! Na verdade venho me apaixonando com a culinária maravilhosa de SP, a diversidade de restaurantes aqui é incrível, mas a comida mineira ainda é minha comida do coração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *