[Podcast] EP#13. Levis Novaes

Plural, democrático e com voz para todos, todas e todes: é assim que Levis Novaes, co-fundador e Diretor de Estratégia da MOOC, enxerga o futuro do mercado de comunicação. E ele não está esperando sentado, mas trabalhando ativamente para isso acontecer.  

Quer saber como? Então confira o papo que Davi Cury e Beto Sirotsky tiveram com Levis no 13​º episódio do B IS THE NEW A – The Podcast.   

Ouça também nos principais tocadores de podcast!

Featured Story #25 | estud.io

“Nenhuma escolha pode ser meramente estética ou criativa. A busca é sempre por relevância cultural”. Quem fala isso é a Ana Mattioni, fundadora e Diretora de Criação do estud.io, selo criativo nascido em janeiro de 2020 que já conta com clientes como Puma e QuintaAndar no portfólio.

Definir o estud.io como selo criativo, aliás, e não como um estúdio criativo, vai além da questão semântica para evitar a repetição da palavra. 

Na Featured Story deste mês conversamos com a Ana sobre o que é um selo criativo, qual é a abordagem do estud.io e o que ela enxerga para o futuro da empresa.

Leia Mais

[Podcast] EP#12. BoomBoutique

No 12º episódio do B IS THE NEW A – The Podcast, Davi Cury e Beto Sirotsky conversaram com sete líderes de boutiques de comunicação parceiras da BPool sobre um tema que todos eles conhecem de perto: a fragmentação do nosso mercado. 

O papo acompanha o lançamento do Report BoomBoutique (link abaixo), estudo que tinha como objetivo entender as motivações e as práticas, tanto de quem atua nas boutiques, quanto de seus contratantes. 

Participações mais do que especiais de Claudio Kalim, da Tech and Soul, Fernanda Cardoso, da Indômita, Greta Paz, da Eyxo, Gustavo Mini, da DZ Estúdio, Renata Gusmão da Blackninja, Rennê Nunes, da UP Lab e o Saulo Sanchez, da Monkey-land.

Para acessar o Report BoomBoutique na íntegra, acesse o link: https://bpool.co/boomboutique

Featured Story #24 | Digital Favela

Quando se fala em influenciadores digitais, a imagem que vem à mente para muitos de nós é da musa fitness, de corpo irretocável, meditando em Bali em ou fazendo ioga em algum resort no Nordeste, não é? Mas, se por um lado, essa persona é aspiracional para muita gente, a realidade é que tal estilo de vida é absurdamente distante para a grande maioria dos brasileiros.

E, num momento em que cada vez mais marcas precisam se conectar genuinamente com o público, lançar mão de porta-vozes mais relacionáveis e pés no chão é uma demanda crescente.

Esses porta-vozes, muitas vezes, estão na favela.

Na Featured Story deste mês, conversamos com Guilherme Pierri, um dos fundadores da Digital Favela, iniciativa que conecta marcas a micro influenciadores comunitários.

Confira abaixo!

Leia Mais

Featured Story #23 | Estúdio Colírio

Muitos dizem que sociedade é como um casamento, e realmente é possível traçar vários paralelos entre os dois tipos de relacionamento. Objetivos em comum, capacidade de resolver conflitos e conciliar as diferenças são alguns dos pontos que mantém tanto a sociedade em uma empresa quanto um casamento forte e saudável.

Teresa e Alexandre Grynberg conhecem bem o tema. Sócios desde 2017 no Estúdio Colírio (fundado por Teresa em 2004), o casal compartilha, além do amor um pelo outro, o amor pelo design, branding e comunicação.

Na Featured Story deste mês o casal fala dos desafios e vantagens de empreender com seu cônjuge, sobre a importância do design e o futuro do mercado de comunicação.

Leia Mais

Independente futebol clube

Em texto original para o PropMark, Flavio Waiteman, CCO e fundador da Tech and Soul, fala sobre o crescente movimento das agências independentes e seu potencial de inovação.
Confira!

Atlantic Nova York, do brasileiro Marco Pupo e do português Coutinho; Coming Soon Lisboa, do português Pedro Bexiga e do brasileiro/riopretense Marcelo Lourenço; Slap Global Argentina, Madrid e Nova York, cria dos incríveis Max Itzcoff e Gerry Graff (que inclusive fechou a sua Barton2000 independente em 2018); Uncommon Londres, ouro do International Agency of the year da Advertising Age; e várias outras empresas são alguns exemplares das agências independentes que apareceram nos últimos meses e estão ganhando trabalhos e relevância.

Leia Mais

Featured Story #21 | 11:11

Wilson Mateos e Marcelo Siqueira tem muitas paixões em comum. Rock’n’roll, motos Harley-Davidson, fotografia e arte são algumas delas. Mas foi na publicidade – outra paixão da dupla – que eles se conheceram e, se as longas viagens de moto fortaleceram a amizade entre os dois, foi a jornada em grandes agências que os tornou sócios. Ou melhor, que os impulsionou a quererem começar algo novo. Mas o que realmente os juntou foi a vontade de fazer diferente.

Com mais de duas décadas de experiência em agências como AlmapBBDO, F/Nazca, Leo Burnett, DM9DDB, David&Goliath, e chegando a cargos de ECD e/ou VP Criação, Wilson e Marcelo se viram em algum momento um pouco amarrados nos modelos tradicionais de agência.

Com o intuito de desafiar os modelos e, acima de tudo, se desafiar, a dupla fundou a 11:11 The Challenger Company.

Na Featured Story deste mês, conversamos com o “Don Mateos” e o “Sica” sobre o primeiro ano da 11:11, sobre Harley-Davidson, criatividade e negócios.

Leia Mais

Featured Story #20 | TroubleMakers

Se tem um jargão que podemos atribuir a 2020, provavelmente é o “novo normal”. Do começo da pandemia pra cá, quase todo mundo usou o termo ao menos uma vez, e muitos o adicionaram de uma vez ao seu vocabulário. 

Não é o caso de André Foresti.

O estrategista e fundador da TroubleMakers, aliás, escreveu um artigo para o UOL em junho com o título O clichê do “novo normal”: uma desculpa para quem estava no automático. Sem entrar em detalhes do conteúdo do artigo, já que o título é bem explicativo, Foresti entende que mudar é algo constante e necessário como antecipação e não apenas reação. 

Claro que mudança vem com desconforto, e sem desconforto não há mudança. E Foresti traz isso para o cerne da Tourblemakers. “Meet your discomfort” não é apenas uma tagline poderosa da consultoria, mas também uma dica da crença e, principalmente, metodologia da empresa que resolve problemas pilhando pessoas para chegar em pontos de vista originais.

Na Featured Story deste mês, conversamos com André Foresti sobre essa era de mudanças que vivemos. Confira!

Leia Mais

Featured Story #19 | SOKO

A SOKO é uma agência que goza de fama e credibilidade no mercado. Considerada como uma das melhores agências de Earned Media do Brasil, a SOKO é discreta na autopromoção e conquistou prestígio porque seu trabalho fala mais alto.

Se procurar a agência no Instagram (@soko.cx) vai ver um feed com dez posts totalmente brancos, um com o logo da agência e um – somente um – com a frase “We are a data-driven earned media company that links brand stories to storytellers in a journey towards the right audience”. O site (www.soko.cx) segue a mesma linha. Discreto, com um texto mais na linha de um manifesto, não tem cases extravagantes nem perfil dos sócios.

Fundada em 2015, a agência é parte do grupo FLAGCX e é liderada pelos sócios Brisa Vicente (COO), Felipe Simi (CCO) e Pedro Tourinho (Head of Broadcast). Na Featured Story deste mês, conversamos com a Brisa sobre o modelo de trabalho da SOKO, a relação com os clientes e a comunicação na era dos dados.

Leia Mais

Diversidade é investimento

Gabriel Besnos, sócio-diretor da Bistrô, agência especializada em diversidade, argumenta que é hora de parar de olhar para o tema com uma visão assistencial: “investir em diversidade é uma decisão de gestão que costuma premiar as empresas que o fazem com possibilidades maiores de sucesso”.

Organizações vivas, que aprendem permanentemente, precisam ser permeáveis à mudança e devem entender duas coisas essenciais para prosperar, em qualquer época: seu papel social e o espírito do tempo. Recentemente, temos visto um movimento continuado e (ora mais, ora menos) estruturado de empresas que pautam a diversidade como eixo estratégico de sua atuação. As iniciativas, que ocorrem em todo o mundo e em corporações de diferentes portes, são “imparáveis” – porque justas e necessárias. É fundamental que se reconheçam os obstáculos e discriminações impostos às minorias políticas para ingresso, acolhimento e ascensão no mercado de trabalho (mulheres, PCDs, negros, LGBTQI+, comunidades étnicas e/ou religiosas, refugiados, pessoas neurodiversas, entre outros). Um grupo expressivo, heterogêneo, que acaba compondo, com suas múltiplas cores e corpos, uma espécie de “maioria minorizada”, pegando um conceito emprestado do professor Richard Santos ao falar sobre a questão racial no Brasil.

Leia Mais